Nascentes da Crise

O Reality “Nascentes da Crise” é um projeto áudio-visual de pesquisa científica e espiritual que relaciona as mudanças climáticas com a hidrografia da América do Sul.

Em sua primeira etapa, foi explorada a região entre o Acre e o Peru onde, segundo o relatório O Futuro Climático da Amazônia, do cientista Antonio Donato Nobre(INPE), a umidade amazônica “faz a curva” ao chocar na Cordilheira dos Andes e segue rumo ao Centro-Sul da América do Sul principalmente no verão hemisférico. O videodocumentário está disponível aqui.

Já a segunda etapa, produzida em 2016, abordou a região entre o Uruguai e a Argentina, na foz do rio da Prata onde está segunda maior desembocadura de água doce da América do Sul. Ela recebe praticamente a totalidade das  águas drenadas do centro-sul da América do Sul. O filme desta etapa ainda está em edição.

A terceira etapa, produzida em abril de 2017, investigou o deserto mais árido do mundo. Localizado no Chile, o Atacama está na mesma latitude média do Estado de São Paulo, assim como de outros desertos na Austrália, África do Sul, Botswana e Namíbia. Este documentário estará disponível ainda este ano.

Já em maio de 2017 na Bolívia, a quarta etapa foi produzida na região de Santa Cruz de la Sierra está na mesma latitude média de Goiânia, e ainda possui resquícios do bioma amazônico e da Cordilheira dos Andes. Também em breve, este video será disponbilizado.

Ali se encontra a transição entre os Andes, Pantanal e a Amazônia, a qual potencialmente trará reflexões sobre o gradativo processo de desertificação de partes do Sudeste da América do Sul.